Djalma Pinheiro

Ah, se eu fosse um poeta....

Textos

Vida de Poeta.......
 

Como diz o Poeta Chico Buarque em Roda Viva
“O samba, a viola, a roseira
Que um dia a fogueira queimou
Foi tudo ilusão passageira
Que a brisa primeira levou...”
 

Nada como uma pequena tempestade para que se acabe os sonhos,
Os anseios, as juras eternas de amor que um dia se sente.
Sente?, será que sente mesmo, ou foi só uma ilusão passageira.
 

Na ansia de amar e ser amado, o Poeta se entrega de corpo e alma
Não mede as consequencias naturais do amar ou ser amado,
Do querer e do não querer
Do doar ou receber.
 

Mas volta o Poeta, a sua realidade
Realidade de viver só,
Em seu canto, tendo ao seu lado só os seus escritos
Onde coaduna com a nossa saudosa Cássia Eller
“Eu sou um Poeta e não aprendi a amar....
 

Djalma Pinheiro
Djalma Pinheiro
Enviado por Djalma Pinheiro em 18/06/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras