Djalma Pinheiro

Ah, se eu fosse um poeta....

Textos


Boemia e solidão......
 
Pensando bem eu te quero, mas tenho medo,
Pensando bem queria estar ao seu lado, mas me afastas,
Pensando bem, vou te esperar, mas será que vale a pena?
 
Volto meus pensamentos quando éramos um só,
Lembranças de uma época de juras de amor,
Lembranças de nossas noites lascivas.
 
Mas hoje, depois de nossas brigas e o rompimento,
Fico na duvida, do querer e o não querer,
De te amar ou não,
Meu coração te ama,
Minha razão te afasta,
Se deixar meu coração mandar,
Quero você de volta,
Se escutar a voz e minha razão,
Volto simplesmente a ser só um,
Homem boêmio e solitário,
Nossa que duvida......
 
 
Publicado em: www.djalmapinheiro.recantodasletras.com.br
Blog: http://poesiaepapodebotequim.blogspot.com.br/ 
Faceboock: https://www.facebook.com/djalma.pinheiro.9
Academia Mundial de Cultura e Literatura – Cadeira:13 – patrono: Vinicius de Moraes
Comunidade: ttps://www.facebook.com/Papo-de-Botequim-com-poesias-MPB-478793652292942/
Página no Face: https://www.facebook.com/groups/169700586705163/
E-livros: Disponíveis gratuitamente em meu site. 
 
Djalma Pinheiro
Enviado por Djalma Pinheiro em 26/07/2015
Alterado em 06/09/2016
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras