Djalma Pinheiro

Ah, se eu fosse um poeta....

Textos



Ao escrever o Escritor fica em transe, pois se transporta ao “eu” de seus personagens, reais ou fictícios, vivendo vidas, psicografando o seu interior ou do alheio....
Djalma Pinheiro.

 
Amores impossíveis...
 
Algumas vezes nos vimos assim amando nas sombras
E estranho é quando menos esperamos que isto acontece
Ficamos entrelaçados neste amor
Que nem entendemos o porque
Veio este sentimento coração traiçoeiro.
 
São amores de uma via só,
Pois a quem estamos amando nem sabe
E muitas vezes se soubessem o repremiria
Por questões mil
Um amor certamente fadado ao impropério 
Ai sofremos calados.
 
É como o sol se enamorasse uma estrela
Mas elas estão a vista da lua
É assim mesmo o amar nas sombras
Amar a quem não podemos 
São pegadinhas maliciosas de nosso 
Traiçoeiro coração, amando assim
É amar e sofrer 
Sofrer e amar...

 
Djalma Pinheiro


Faceboock: https://www.facebook.com/djalma.pinheiro.9
Blog: http://poesiaepapodebotequim.blogspot.com.br/ 
Comunidade: ttps://www.facebook.com/Papo-de-Botequim-com-poesias-MPB-478793652292942/
Academia Mundial de Cultura e Literatura – Cadeira:13 – patrono: Vinicius de Moraes
E-livros: Disponíveis gratuitamente em meu site.
 
Djalma Pinheiro
Enviado por Djalma Pinheiro em 03/03/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras