Djalma Pinheiro

Ah, se eu fosse um poeta....

Textos

A esperança....


Quanta esperança tive ao olhar você,

Um olhar cheio de enigma era lançado a mim,

Estremeci,

Num misto de euforia e medo,

Euforia de poder ter a oportunidade de ter você,

Medo de que seu olhar,

Fosse de recriminação por tentar me aproximar,

Fiquei aturdido sem saber o que fazer,

Minha mente fervilhava,

Meus olhos brilhavam,

Minha voz saiu tremula,

Ao dizer que a amava em silencio,

Um amor lindo,

Pois nunca havia perdido a esperança

Uma esperança única,

De ter você.......

Djalma Pinheiro
Djalma Pinheiro
Enviado por Djalma Pinheiro em 04/01/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras